Conhecer e ajudar a pessoa com Alzheimer

Conhecer e ajudar a pessoa com Alzheimer

Ao nível da Linguagem, a pessoa com Alzheimer começa a ter dificuldades na procura de alguma palavra durante o discurso espontâneo e, quando solicitada, apresenta dificuldade em nomear objetos e ações. A conversação mostra-se vazia ao nível do conteúdo, em parte porque a amnésia reduz a quantidade de informação disponível e também porque as alterações semânticas apenas permitem  um pensamento concreto. Além destas alterações evidencia-se também uma fraca capacidade de manter um mesmo tópico de conversação e alterações ao nível da compreensão. Apesar de a leitura em voz alta se mantenha até fases mais avançadas, a compreensão da leitura altera-se precocemente.  Em alguns casos a comunicação verbal se faz de forma muito restringida, chegando mesmo ao mutismo.

As alterações na Alimentação começam a aparecer quando, para pessoa com Alzheimer, não faz sentido ingerir alimentos. O não reconhecimento dos alimentos aliado à dificuldade em utilizar os talheres/copo podem levar a um risco de malnutrição e desidratação. Além disso, ocorrem frequentemente episódios de esquecimento de ingestão de alimentos e de dificuldades de deglutição/mastigação. Estas dificuldades aparecem pelo fato de permanecerem com o alimento na boca por muito tempo sem saberem o que devem de fazer com ele e como o engolir. Por estas questões a pessoa pode manifestar perda de interesse na alimentação sendo necessária a monitorização por parte dos cuidadores e profissionais de saúde envolvidos.

Neste árduo caminho que a pessoa com Alzheimer e suas famílias atravessam, o Terapeuta da Fala pode ser um aliado para a reabilitação de capacidades que a pessoa tem vindo a perder, assim como para atuar preventivamente, de forma retardar o aparecimento de sintomas.